Atividades de Animação Social para Terceira Idade

Atividades de animação, Festas temáticas e Passeios

Viver muito tempo era privilégio de um número relativamente restrito de pessoas, até aos primeiros decénios do século XX.

Na atualidade, assistimos a um aumento significativo do envelhecimento demográfico, devido ao avanço da medicina, com a cura para muitas doenças e tratamento para outras, devido a uma melhor higiene sanitária.

A Organização das Nações Unidas (ONU) considera o período de 1975 a 2025 como a "era do envelhecimento".

O processo de envelhecimento está associado a alterações físicas, fisiológicas, psicológicas e sociais, bem como ao aparecimento de doenças crónico-degenerativas advindas de hábitos de vida inadequados (tabagismo, ingestão alimentar incorrecta, tipo de actividade laboral, ausência de atividade física regular), que se reflectem na redução da capacidade para a realização das atividades diárias.


 O aumento do número de idosos instiga o desenvolvimento de estratégias que possam minimizar os efeitos negativos do avanço da idade cronológica no organismo, implicando diretamente técnicas que possam conservar as suas capacidades cognitivas, físicas e sociais. Neste seguimento, a animação tem um papel fundamental na estimulação das capacidades dos gerontes, bem como dos familiares.

Animação significa animar, dar vida a, vitalizar, motivar, estimular, alegria, amor, é dar e receber, é enaltecer. A animação não é apenas um momento, mas sim um trabalho diário que perdura, pois a animação incide ao nível psicológico, físico e social e é de vital importância para proporcionar qualidade de vida aos idosos preservando a autonomia, auto-eficácia e auto-estima dos residentes da “CuidaCarinhos”.


 As atividades são preparadas e realizadas com amor, carinho e dedicação para pessoas especiais, tendo sempre em atenção a pessoa ou pessoas a quem se destinam, todavia com o objetivo de que as atividades sejam gratificantes, utilitárias, motivantes, integradoras e socializadoras.

As atividades de estimulação cognitiva contribuem para a manutenção da agilidade mental e motricidade fina, retardando os efeitos da perda de memória, da acuidade e velocidade perceptiva, bem como na prevenção de doenças degenerativas. As atividades de estimulação física contribuem para a manutenção das atividades de vida diárias, todavia contribuem para a redução da ansiedade e depressão, e aumenta a auto-eficácia, mestria e auto controlo.


 Nesta geração nem todos se sentem úteis quer à sociedade, quer ao núcleo familiar. Na Cuidacarinhos valorizamos e gostamos de lhes proporcionar a envolvência na comunidade com a interação geracional, quer com crianças da comunidade, bem como as gerações familiares que proporcionam momentos de alegria, partilha, integração, utilidade e reflexão, pois todos estamos a envelhecer e estes encontros fazem-nos lembrar que também nós gostamos que nos aceitem como somos, que nos respeitem, que nos amem e que cuidem de nós com amor.

 

Porquê nós?
Porquê a CuidaCarinhos?